TCS Notícias 031/2015: TCS intermedia conectividade no III EMDS

TCS Notícias 030/2015: Justiça: serviços SCM só podem ser prestados com licença da Anatel
4 de maio de 2015
TCS Notícias 032/2015: Go Daddy é acionado na Justiça e responde por site hospedado fora do Brasil
8 de maio de 2015
Exibir tudo

TCS Notícias 031/2015: TCS intermedia conectividade no III EMDS

 

 
Aconteceu em Brasília nos dias 07, 08 e 09 de abril de 2015 o III Encontro de Municípios com Desenvolvimento Sustentável. A TCS esteve presente neste evento intermediando a implantação de toda a Internet e WIFI do evento e colaborando para que esses dias se tornassem inesquecíveis para os municípios com projetos de desenvolvimento sustentável. 
 

 Para entendermos um pouco mais sobre a importância deste evento : 

O DESAFIO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

– INTRODUÇÃO: A questão ambiental, no Brasil, se intensifica nos discursos e estudos no curso da década de 1960 após uma fase de intenso crescimento urbano. Com a crise do petróleo no final dos anos sessenta e início da década de setenta, a reflexão acerca do futuro, que se apresenta incerto, começa a ser exposta no pensamento político, social e filosófico levando ao questionamento da participação do homem no planeta. Neste contexto, o conceito de “desenvolvimento sustentável” surge como um termo que expressa os anseios coletivos, tais como a democracia e a liberdade, muitas vezes colocadas como uma utopia.

“O desenvolvimento sustentável tem alto custo e vai beneficiar futuras gerações, que ainda não votam, nem pagam imposto”

 – DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: O termo “desenvolvimento sustentável” surgiu a partir de estudos da Organização das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas, como uma resposta para a humanidade perante a crise social e ambiental pela qual o mundo passava a partir da segunda metade do século XX

“Trabalhar com sustentabilidade é plantar um presente que garanta a subsistência das novas gerações em um planeta que pede socorro e se aquece a cada dia.
Pois melhor que plantar árvores, despoluir rios, proteger animais, é semear a consciência de que a garantia da vida é respeitar as fronteiras da natureza.”

– A SUSTENTABILIDADE COMO RESPOSTA: Ao se definir desenvolvimento sustentável também está se discutindo o que é sustentabilidade.

Conceito de sustentabilidade  

Sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, assustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, a humanidade pode garantir o desenvolvimento sustentável.

 Ações relacionadas a sustentabilidade 

– Exploração dos recursos vegetais de florestas e matas de forma controlada, garantindo o replantio sempre que necessário.  

– Preservação total de áreas verdes não destinadas a exploração econômica.

– Ações que visem o incentivo a produção e consumo de alimentos orgânicos, pois estes não agridem a natureza além de serem benéficos à saúde dos seres humanos; 

– Exploração dos recursos minerais (petróleo, carvão, minérios) de forma controlada, racionalizada e com planejamento. 

– Uso de fontes de energia limpas e renováveis (eólica, geotérmica e hidráulica) para diminuir o consumo de combustíveis fósseis. Esta ação, além de preservar as reservas de recursos minerais, visa diminuir a poluição do ar. 

– Criação de atitudes pessoais e empresarias voltadas para a reciclagem de resíduos sólidos. Esta ação além de gerar renda e diminuir a quantidade de lixo no solo, possibilita a diminuição da retirada de recursos minerais do solo. 

– Desenvolvimento da gestão sustentável nas empresas para diminuir o desperdício de matéria-prima e desenvolvimento de produtos com baixo consumo de energia. 

– Atitudes voltadas para o consumo controlado de água, evitando ao máximo o desperdício. Adoção de medidas que visem a não poluição dos recursos hídricos, assim como a despoluição daqueles que se encontram poluídos ou contaminados. 

Benefícios 

As adoções de ações de sustentabilidade garantem a médio e longo prazo um planeta em boas condições para o desenvolvimento das diversas formas de vida, inclusive a humana. Garante os recursos naturais necessários para as próximas gerações, possibilitando a manutenção dos recursos naturais (florestas, matas, rios, lagos, oceanos) e garantindo uma boa qualidade de vida para as futuras gerações.

“A busca pela sustentabilidade ambiental deve partir, primeiramente, da sensibilidade dos seres humanos em relação ao impacto que seus hábitos causam ao Planeta; só depois disso é que diferentes soluções conjugadas poderão contribuir para sanar o problema global”

– SUSTENTABILIDADE URBANA: Neste momento histórico, na grande maioria dos países, inclusive no Brasil, o desenvolvimento está diretamente ligado à vida das cidades. Por isso, outro importante conceito é o de sustentabilidade no ambiente urbano (ou sustentabilidade urbana). A sustentabilidade urbana é definida como a capacidade das políticas urbanas se adaptarem à oferta de serviços, à qualidade e à quantidade das demandas sociais, buscando o equilíbrio entre as demandas de serviços urbanos e investimentos em estrutura. No entanto, também é imprescindível para a sustentabilidade urbana o uso racional dos recursos naturais, a boa forma do ambiente urbano baseado na interação com o clima e os recursos naturais, além das respostas às necessidades urbanas com o mínimo de transferência de dejetos e rejeitos para outros ecossistemas atuais e futuros. A grande maioria dos países desenvolvidos, tanto quanto os que estão em desenvolvimento, e também suas cidades, estão explorando a capacidade de seus recursos naturais ao limite. Dependendo do nível de industrialização de cada país os problemas se diferenciam. Richard Roger descreve que nos países desenvolvidos a migração de pessoas de centros urbanos para os subúrbios mais afastados que oferecem um ambiente natural mais próspero, levou ao aumento do uso de automóveis, aos conseqüentes congestionamentos e à poluição do ar. Já nos países em desenvolvimento os problemas ambientais e sociais são agravados pelo aumento das cidades sem o acompanhamento de infra-estruturas para suportar tal crescimento. Em todo o mundo a pobreza ainda é um dos principais problemas enfrentados pelas sociedades, e geralmente a camada mais pobre da população é amplamente negligenciada. Diante disso, nota-se a necessidade de um desenvolvimento urbano sustentável, diferente do desenvolvimento atual, que é baseado no lucro e privilegia uma pequena parte da sociedade. Os direitos básicos devem ser proporcionados, tais como o direito à água, ao abrigo, à alimentação, à saúde, à educação, entre outros.

“Ainda não apareceu o Gandhi da sustentabilidade nem o Mandela da biodiversidade. Não apareceu nenhum Martin Luther King para a mudança do clima. Mas não basta um no mundo. Tem que ter aos milhões, em todas as atividades.”

– CONSIDERAÇÕES FINAIS: O desenvolvimento sustentável não deve ser apresentado como um slogan político. As condições ambientais já estão bastante prejudicadas pelo padrão de desenvolvimento e consumo atual, deste modo, o desenvolvimento sustentável pode ser uma resposta aos anseios da sociedade. A sustentabilidade consiste em encontrar meios de produção, distribuição e consumo dos recursos existentes de forma mais coesiva, economicamente eficaz e ecologicamente viável. Um dos desafios da sustentabilidade ambiental urbana é a conscientização de que esta é um processo a ser percorrido e não algo definitivo a ser alcançado. A busca por uma conceituação urbana sustentável traz consigo uma série de proposições e estratégias que buscam atuar em níveis tanto locais quanto globais. Priorizar o desenvolvimento social e humano com capacidade de suporte ambiental, gerando cidades produtoras com atividades que podem ser acessadas por todos é uma forma de valorização do espaço incorporando os elementos naturais e sociais.

“A prática demonstra que um programa de responsabilidade social só traz resultados positivos
para a sociedade e para a empresa se for realizado de forma autêntica. É necessário que a empresa tenha a cultura da responsabilidade social incorporada à sua visão de negócio.” 

O III EMDS foi realizado pela Frente Nacional dos prefeitos em parceria com o Sebrae e durante os 3 dias de evento nos trouxe como exemplos diversos Municípios que em parceria com suas Subprefeituras já atuam com desenvolvimento Sustentável.

A iniciativa só tem a agregar para os novos e atuantes Prefeitos dando a eles ideias  sobre ações em tecnologia e meio ambiente de como implantar tais mecanismos de Sustentabilidade em seus Municípios.

“Se você tem metas para um ano. Plante arroz…
Se você tem metas para 10 anos. Plante uma árvore…
Se você tem metas para 100 anos, então eduque uma criança…
Se você tem metas para 1000 anos, então preserve o meio Ambiente.

Fonte:

Dep. MKT TCS (mkt@bcatelecom.com.br ) 
Entre em contato com nosso Departamento Comercial 011 2391-0383 ou por email bruno.artuzo@bcatelecom.com.br . 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *